PÁGINA ABERTA.COM

AUTISMO: O uso de fogos de artifício se tornam um drama na vida das crianças autistas

 


Período de festas juninas , de fim de ano, e o uso de  fogos de artifício se tornam um drama na vida das crianças autistas e adolescentes. também Idosos acamados e  animais. O Blog Página Aberta conversou com a Professora Mylene Oliveira mestre em educação, especialista em psicopedagógia institucional e clínica, Doutorada em Educação e autora do Livro " Educação inclusiva na Escola -Autismo " procuramos saber com a especialista no assunto as dificuldades que as pessoas autistas sofrem em épocas de festas que são promovidas por muito barulho no caso de fogos e etc...

As crianças com o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Tem ouvidos ultrassensiveis. Essa sensibilidade acontece quando o indivíduo possui um Transtorno do processo sensorial, condição na qual o sistema nervoso apresenta dificuldade para processar estímulos do ambiente e dos sentidos,  quando recebe pouco (hiporsensibilidade) ou muito (hipersensibilidade) estímulo. 

Fala da Professora Mylene Oliveira: Vale salientar que não são todas as crianças com TEA (Transtorno do Espectro Autista) que sofrem crise por conta do barulho excessivo dos rojões e foguetes  usado no período das festas  juninas. A nossa cidade deveria ter mais sensibilidade em relação a soltar fogos, vale lembrar que isso não acontece só nas festas juninas. E muito comum  também em outras comemorações, como por exemplo: festas religiosa, jogos, e eventos políticos.

Uma sugestão séria soltar fumaça colorida em vez dos rojões. Devemos ter mais empatia em relação a esse caso.

E possível que o município proíba o uso de fogos de artifício ruidosos, pois o plenário do Supremo  Tribunal Federal (STF) decidiu que os municípios têm legitimidade para aprovar leis que proíbam a soltura de fogos de artifício e artefatos pirotécnico que produzam estampido. 

Podemos citar como exemplo a cidade de Mossoró, através da lei 3.942/2022 de autoria do Vereador Cabo Tony Fernandes, onde deixa bem claro que,  aquele que descumprirem a lei estarão sujeitos ao pagamento de multa no valor de R$ 1.000 mil reais.  Esse valor será dobrado  na hipótese de reincidência, caso a mesma infração seja cometida em um período de inferior a 30 dias. 

Portanto fica aqui o meu apelo aos nossos vereadores e a população em geral. Esta na hora de sermos mais empático e nós colocamos no lugar dessas pessoas."Crianças autistas, idosos acamados e animais ".

Ser empático e ver o mundo com os olhos do outro e não ver o nosso mundo refletido nos olhos dele. 




As crianças Autistas pedem Socorro!


Prof. Me. Mylene Oliveira Vieira Ferreira

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

ÓTICAS LIDER EM AFONSO BEZERRA-RN

Instagram: @oticasliderab